4 de mai de 2012

FRANZ KAFKA


Não se podem
quebrar as cadeias
quando elas não são visíveis.

Franz Kafka



Nenhum comentário:

Postar um comentário