20 de fev de 2013

O bafômetro pode ser enganado?



Circulando no Facebook e na NET em geral

NÃO TEM JEITO MESMO...

O bafômetro não mede o nível de álcool e sim, a presença de cetona, que é o efeito da queima de gordura.
Como o álcool diminui o açúcar no sangue, o corpo passa a queimar gordura e, como conseqüência, o hálito começa a apresentar corpos cetônicos.

OBS: Pessoas em dieta de Atkins, ou em jejum, também apresentam corpos cetônicos no hálito, em virtude da ausência de carboidratos causada pela dieta. Como consequência dessa falta, o organismo queimará gordura.

Mas a mutreta do bafo é a seguinte: leve sempre no carro um vidrinho de vinagre e a qualquer sinal de blitz, tome um gole, porque o ácido acético (denominação química do vinagre) reage com a cetona, dando como resultado o acetato, que é indetectável no bafômetro.

Ricardo - Engenheiro Químico e CACHACEIRO

Segundo informações em diversos artigos, certo mesmo é NÃO beber. É a única coisa que resolve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário