1 de mai de 2012

PABLO NERUDA


"Mas esse minuto em que o primeiro livro sai,
com tinta fresca e papel novo, esse minuto
de arrebatamento e embriaguez, com som
de asas que revoluteiam e de primeira flor
que se abre na altura conquistada, esse
minuto é único na vida do poeta."


Pablo Neruda, em
Confesso Que Vivi

Um comentário:

  1. Sinto um pouco esses sentimentos, apenas com o simples fato de alguém ler e dar uma opinião sobre meu trabalho...

    ResponderExcluir