3 de jun de 2010

ÁRIDO



Qualquer dia
Vou afogar-me nas lágrimas
Das montanhas queimadas
Do meu planeta árido

Sou árido
Como o cometa que cruza meu céu
Sou o véu
Da cachoeira nebulosa

Sou o sangrar
Do lobo selvagem
Nas veredas
Incertas da minha vastidão

ArnoldoGguimarães dos Santos Pim

2 de jun de 2010

Poemini

winrar

Em qualquer navegador, o livre abre usando o Winrar.

É só clicar sobre a imagem e vai abrir a janelinha:



- Escolha a opção 'Abrir', então vai aparecer essa imagem:



Dê um clique duplo sobre a pastinha e pronto. É só esperar um pouco.

- Se escolher fazer download, procure o arquivo na pasta de downloads, em meus documentos e siga os mesmos passos anteriores.