8 de abr de 2012

O VERDE É MUITO VERDE



O VERDE É MUITO VERDE

O verde é muito verde
A luz mais clara
Do que nunca
As recordações são do tamanho
Do coração transbordante
O calor é Apolo
perpendicular à terra

Os pássaros
os esquilos
Atravessam a imaginação numa diagonal sem fim

Alberto de Lacerda

Nenhum comentário:

Postar um comentário