6 de jan de 2010

Quando parte um poeta!



Quando parte um poeta!
Acaba a poesia,
vem a angústia da eterna saudade!
Só os versos ficam, junto com a dor.
Sem cabimento, ir embora sem querer...

Quero estar longe quando minha hora chegar!

Glória Dantas.




Seja bem vindo! Volte sempre e,
por favor, deixe um comentário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário