3 de nov de 2009

PRIMEIRO BEIJO




Um só momento é toda uma existência! ...
Um só momento, sim, um só momento!
O do primeiro beijo, grave, lento,
Beijo de amor que leva a nossa essência ...

pode, mais tarde, a rígida inclemência
Da sorte mergulhar no sofrimento
Tudo quanto almejamos! Pode o vento
Do mal nos perturbar a inteligência

E apagar os resquícios de bondade
Que conservamos entre tanta lida,
Entre as refregas desta luta douda,

Tu não apagarás, ó claridade!
Ó momento de amor! Filtro! Bebida
Que nos anima pela vida toda! ...


Emilio Kemp
in Cantos de Amor ao Céu e à Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário